Telefone (11) 3044-2853

Doenças da mama

Causas de doenças da mama

As doenças da mama podem ocorrer devido a vários fatores anatômicos ou funcionais.

Dentre as causas orgânicas, anatômicas destacam-se principalmente a presença dos nódulos sólidos da mama, cujo mais frequente é o fibroadenoma benigno, um tipo de leiomioma da mama. A conduta nestes casos é sempre expectante e apenas observação com controle clínico e ultrassonográfico. Se houver um crescimento súbito ou exagerado estará indicada a retirada do nódulo para análise. Em algumas situações poderá ser realizada também uma punção – biopsia do nódulo com encaminhamento do material para analise oncológica. A probabilidade de um fibroadenoma maliginizar (virar câncer) é muito baixa.

Quanto aos distúrbios funcionais da mama, o mais frequente é a formação de cistos mamários, geralmente de tamanho pequeno, indolor e não palpáveis . Podem ser vistos num ultrassom de mamas de rotina. Algumas vezes com o crescimento dos cistos poderão causar dor na mama e necessitar de uma punção.

Outros fatores desencadeantes

Alguns medicamentos utilizados pela paciente, como a própria pílula anticoncepcional, também podem causar dor mamária (mastalgia), aumento do volume das mamas, como efeito colateral, ou até a saída de leite (galactorreia). Esta última devido principalmente ao uso de drogas que atuam no cérebro, como calmantes, antidepressivos. O tratamento será tentar trocar ou parar a medicação utilizada desencadeante.

Na Sindrome pré-menstrual (TPM) poderá ocorrer também um inchaço, endurecimento, aumento doloroso do volume das mamas, geralmente iniciando-se 7-10 dias antes da menstruação e melhorando com a chegada dela. Muitas vezes a dor poderá ser bilateral.